Orientações a respeito das interferências sobre marcapassos cardíacos

Uma dúvida recorrente em portadores de marcapasso é sobre interferência, o que pode e o que não se pode fazer, para esclarecer melhor a dúvida estou disponibilizando na íntegra um estudo publicado pelo DECA e DAEC que descreve todos os tipos de intercorrências.

Hoje em dia já está disponível no Brasil marcapasso compatível com ressonância magnética, o artigo foi publicado antes dessa tecnologia estar disponível.

Sempre recomendo tirar todas as dúvidas com um médico especialista, só ele poderá esclarecer cada caso individuante.

Orientações a Respeito das Interferências sobre Marcapassos Cardíacos Deca- Daec 1996

Autores: Paulo Roberto de Almeida GAUCHI, Cídio HALPERINI, Silas dos Santos GALVÃO FILHOII, Angelo Amato V. de PAOLAIII, José Carlos PACHÓN MATEOSII, Martino MARTINELLI FILHOIII, Roberto COSTAII, João PIMENTAIII, Paulo de Tarso Jorge MEDEIROSII, Mitermayer Reis BRITOIII, Oswaldo Tadeu GRECOII

INTRODUÇÃO

O tema sobre as interferências em marcapasso é assunto de extrema importância e abrangência. A cada dia novas fontes de interferência são conhecidas, o que demanda periódicas revisões.

Continuar lendo

Publicado em Arritmias, Marcapasso, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dieta queima cinco quilos em quatro dias em estudo com homens

Fruits and veggies in heart tape

Perder peso é simples: basta ingerir menos calorias do que o corpo queima. Mas não está claro qual seria a melhor maneira de fazer isso. A maioria dos especialistas recomenda pequenas reduções nas calorias consumi Continuar lendo

Publicado em Infarto e Outros, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Vocês estão preparados para o jogo de hoje?

Bom dia pessoal!

Vocês estão preparados para o jogo de hoje? :-)

jogo brasil

Imagem | Publicado em por | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Brasileiros desenvolvem primeiro monitor cardíaco portátil do mundo

Aparelho contém eletrodos, comunicador e GPS, envia aos médicos informações sobre o funcionamento cardíaco do paciente, além do lugar onde ele se encontra para caso precise de atendimento emergencial.

monitor

Um grupo de especialistas brasileiros desenvolveu o primeiro monitor cardíaco portátil inteligente do mundo. O aparelho permite o envio à distância de eletrocardiogramas, a detecção precoce de problemas do coração que podem levar a um infarto ou à morte súbita, além da localização do paciente para o seu socorro caso seja necessário. O monitor, que aguarda autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para poder ser usado no país, será útil a pacientes que apresentam um alto risco cardíaco, como aqueles que sofreram um infarto recentemente ou que possuem familiares que tiveram uma morte súbita cardíaca.

Essa nova tecnologia é resultado de um projeto desenvolvido ao longo de cinco anos pelo Flextronics Instituto de Tecnologia (FIT), uma organização sem fins lucrativos, junto à empresa Corcam. Depois de pronto, o aparelho foi testado ao longo de um ano e meio por médicos do Hospital do Coração, em São Paulo.

De acordo com Enrique Pachón, cardiologista do Serviço de Arritmias Cardíacas e da Central de Telemedicina do Hospital do Coração, um dos médicos envolvidos nesse estudo, o teste do monitor cardíaco foi feito com cerca de 120 pacientes, entre eles pessoas com e sem problemas cardíacos. “Os resultados mostraram que o aparelho é eficaz em identificar de forma precoce quando um paciente apresenta algum risco cardíaco e quando necessita de atendimento emergencial. Além disso, as conclusões do estudo cumpriram todos os requisitos impostos pela Anvisa”, disse o médico ao site de VEJA.

Funcionamento — Na prática, o aparelho funciona da seguinte forma: um paciente com alto risco cardíaco passa a andar com eletrodos colados em seu peito que são ligados a um aparelho cujo tamanho é um pouco maior do que o de um telefone celular. Esse aparelho transmite automaticamente os dados cardíacos do paciente para uma central onde há médicos capacitados para avaliar os eletrocardiogramas. O monitor também possui um comunicador que permite que um médico da central fale diretamente com o paciente, além de um GPS que possibilita que os profissionais identifiquem onde o paciente está caso ele se sinta mal e precise de cuidados emergenciais.

“Esse aparelho detecta muito bem alterações no coração, como uma arritmia cardíaca, antes mesmo de o paciente sentir qualquer sinal. Essas alterações podem levar a um ataque cardíaco ou até evoluir para uma morte súbita”, diz Pachón. Segundo o cardiologista, essas alterações detectadas pelo monitor são identificadas pelos médicos na central. “Os profissionais, então, devem entrar em contato com o paciente para verificar se ele está se sentindo bem, orientá-lo em relação a alguma medicação ou para que ele se dirija a um hospital. Caso o paciente não esteja se sentindo bem, ou então não responda aos médicos, uma ambulância é acionada para socorrê-lo”, afirma Pachón.

Mercado — Segundo Pachón, para que o aparelho possa ser usado na prática clínica – ou seja, fora do âmbito da pesquisa – é preciso apenas a última posição da Anvisa. A data oficial para essa resposta estava marcada para o dia 15 de abril. “Acreditamos que até o fim de abril a Anvisa já autorize o uso do monitor em pacientes”, diz. O aparelho deve chegar ao mercado com o nome de Nexcor. Os Estados Unidos e alguns países da Europa vão receber ainda neste semestre os primeiros modelos produzidos no Brasil. Estima-se que o preço do ‘aluguel’ do aparelho seja de 600 reais por semana, segundo seus criadores.

Matéria publicado no site Revista Veja

Publicado em Ablação e Eletrofisiologia, Arritmias, Infarto e Outros, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Fibrilação atrial é um tipo de arritmia cardíaca que aumenta risco de AVC

avc

Um em cada cinco casos de AVC tem causa cardíaca e, por isso, cuidar do coração é uma das maneiras de se proteger, explica o cardiologista Roberto Kalil.

Entre os principais fatores de risco para o AVC está a hipertensão, Continuar lendo

Publicado em Ablação e Eletrofisiologia, Infarto e Outros, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Desfibrilador implantável evita morte súbita em pacientes com Chagas

DRTIEV

A doença de Chagas é uma realidade na população brasileira, por mais que suas vítimas já estejam acima dos 60 anos de idade. O mal ainda ronda a vida de cerca de 10 milhões de pessoas em todo o mundo. Só no Brasil, o número chega a cerca de três milhões, de acordo com a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (Sobrac), e pode levar à morte súbita aqueles Continuar lendo

Publicado em Arritmias, Marcapasso, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Portador de marcapasso pode doar sangue?

Venho acompanhando várias dúvidas de portadores de marcapasso sobre doação de sangue, afinal, portador de marcapasso pode doar sangue?

doador de sangue

Para responder a essa questão nada melhor que uma especialista no assunto e autora de livros sobre hematologia e banco de sangue a Biomédica Dra. Ana Lucia Girello. Ela me explicou que Continuar lendo

Publicado em Arritmias, Marcapasso, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cardiologista desmistifica o marcapasso

MARCAPASSO 3
Existem quatro tipos de doenças do coração: infarto agudo do miocárdio, doença isquêmica crônica do coração, cardiomiopatia dilatada e cardiopatia decorrente do mal de Chagas. E todas elas evoluem para a insuficiência cardíaca grave, mal que atinge cerca de 4 milhões de pessoas no Brasil e que pode exigir a utilização de marcapassos, segundo dados do Ministério da Saúde de 2005.
Esse aparelho, porém, ainda está envolvido Continuar lendo
Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

Especialista diz que Brasil está atrasado em implantes cardíacos

Rio de Janeiro – Levantamento feito entre 2000 e 2010 pelo Departamento de Estimulação Cardíaca Artificial (Deca), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV) mostra que o Brasil está atrasado nos procedimentos de implantes de marcapassos, de ressincronizadores cardíacos e no uso de desfibriladores em comparação aos países da América Latina e do Caribe. Para a diretora do Deca, Stela Sampaio, o resultado “não é muito animador”.

1225AC0035

O Registro Brasileiro de Marcapassos, Ressincronizadores Cardíacos e Desfibriladores (RBM) está completando 20 anos. Esta base de dados nacional disponibiliza Continuar lendo

Publicado em Marcapasso, Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Agradecimento

Mensagens-de-Agradecimento-300x225

Quero muito agradecer a todos pelo acesso nesse primeiro ano de blog, espero ter ajudado a esclarecer dúvidas de portadores de marcapasso e outros pacientes ligados a problemas de arritmia. Comecei esse blog sem muitas pretensões e observei um elevado número de acesso, recebi inúmeros emails com dúvidas e perguntas sobre o tema; Isso me dá força e motivação para continuar compartilhando um pouco das informações sobre o assunto.

Obrigado a todos e desejo um excelente 2014 com muita saúde, paz e sabedoria para enfrentarmos os eventuais problemas.

Piero Lourenço

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário