A vida depois do implante de marcapasso ou desfibrilador: visitas ao médico

medico

Pessoas com marcapasso ou desfibrilador implantável cardíaco necessitam de acompanhamento regular do médico especialista pelo menos duas vezes por ano, dependendo do caso a cada 3 meses.  Estes aparelhos podem ter seu funcionamento acompanhado  por meio de aparelhos no consultório médico, sem necessidade de novas cirurgias e sem dor. Esta avaliação do dispositivo permite que o médico obtenha informações importantes sobre o funcionamento do coração e do marcapasso  para programar o dispositivo para atender as necessidades de cada um, prolongando a duração das baterias e otimizando os recursos disponíveis em cada marcapasso ou desfibrilador. Esse acompanhamento é importante pois o organismo de cada paciente pode mudar com o passar do tempo junto com o comportamento cardíaco.

A informação sobre as baterias é importante para  sabermos quando o aparelho deve ser trocado. A duração das baterias depende do tipo de aparelho e de seu uso e de como ele está configurado, há casos que o marcapasso funciona 100% do tempo e há casos que funciona 1% e isso influencia diretamente na bateria.  Os desfibriladores usualmente tem uma vida útil menor pois usam mais energia que os marcapassos, os quais podem chegar até a 9 anos de duração.  Algumas pessoas são dependentes de seu marcapasso, por isto o aparelho funciona mais vezes, diminuindo a duração das baterias. Nada como a visita ao médico que acompanha o aparelho para saber a situação das baterias ou modificação na programação dos marcapassos ou desfibriladores para termos a segurança que tudo está bem e a vida possa seguir normalmente.

Anúncios

Sobre Piero Lourenço

Biomédico em 2006, atuou em pesquisa científica no Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina USP – LIM 48. Tem experiência na área de Imunologia Cardíaca com ênfase em Imunologia Aplicada (Doença de Chagas e Tuberculose). Habilitado em Patologia Clínica e Imunologia pela Faculdade de Medicina USP (2007) e MBA em Gestão de Negócios no IBMEC RJ (Instituto Brasileiro Mercados e Capitais). Atualmente trabalha para a Boston Scientific na área de estimulação cardíaca artificial com vasto conhecimento em cirurgia eletrofisiologia/ablação, implante de marcapasso e válvula cardíaca.
Esse post foi publicado em Ablação e Eletrofisiologia, Arritmias, Marcapasso, Sem categoria e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s