Dieta queima cinco quilos em quatro dias em estudo com homens

Fruits and veggies in heart tape

Perder peso é simples: basta ingerir menos calorias do que o corpo queima. Mas não está claro qual seria a melhor maneira de fazer isso. A maioria dos especialistas recomenda pequenas reduções nas calorias consumidas ou mais exercícios para remover peso lentamente, mas muita gente desiste de programas desse tipo porque o progresso é muito lento.

Um novo estudo publicado recentemente pelo “Scandinavian Journal of Medicine & Science in Sports” sugere que um consumo mínimo de calorias acompanhado por exercício intenso pode reduzir significativamente o teor de gordura corporal em quatro dias e a perda persiste por meses.

Pesquisadores da Espanha e da Suéciareduziram o consumo de calorias de 15 homens suecos em boa saúde, mas com excesso de peso, a 360 por dia: uma redução de 1.800 calorias diárias.

As calorias que eles ingeriram neste período estavam todas em forma líquida. Alguns consumiam carboidratos açucarados, outros uma bebida com alto teor de proteína. Os homens também faziam exercícios pesados.O dia começava com 45 minutos de treino em uma máquina de musculação para os braços. Depois eles caminhavam no campo por oito horas, com apenas dez minutos de pausa por hora. Durante as caminhadas, eles podiam beber quantidades ilimitadas de uma bebida energética de baixo teor calórico.

A maioria dos homens achou o programa mais fácil do que imaginava, segundo José Calbet, da Universidade de Las Palmas, nas ilhas Canárias, Espanha. Ele e Hans-Christian Holmberg, da Universidade do Centro da Suécia, em Ostersund, comandaram o estudo. O Dr. Calbet disse que nenhum dos homens abandonou o programa ou se queixou de fome.

Depois de quatro dias, eles haviam perdido quase cinco quilos, divididos mais ou menos igualmente entre gordura e massa muscular. Os pesquisadores pensavam que as bebidas de alto teor de proteína ofereceriam proteção contra a perda muscular. Mas as perdas foram iguais em ambos os grupos.

A surpresa aconteceu quando os homens retornaram um mês mais tarde: a maioria havia perdido mais um quilo de gordura. Um ano depois, continuavam dois quilos mais magros do que no início.

Agora, Calbet quer estudarse as mulheres respondem da mesma forma e se aplicações repetidas do programa afetam a saúde muscular e os hormônios do apetite.

Matéria para simples informação, sempre procure um especialista.

Reportagem publicada no New York Times.

Anúncios

Sobre Piero Lourenço

Biomédico em 2006, atuou em pesquisa científica no Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina USP – LIM 48. Tem experiência na área de Imunologia Cardíaca com ênfase em Imunologia Aplicada (Doença de Chagas e Tuberculose). Habilitado em Patologia Clínica e Imunologia pela Faculdade de Medicina USP (2007) e MBA em Gestão de Negócios no IBMEC RJ (Instituto Brasileiro Mercados e Capitais). Atualmente trabalha para a Boston Scientific na área de estimulação cardíaca artificial com vasto conhecimento em cirurgia eletrofisiologia/ablação, implante de marcapasso e válvula cardíaca.
Esse post foi publicado em Infarto e Outros, Sem categoria e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s