Fibrilação Atrial, uma das principais causas do AVC, será alvo de campanha de prevenção das Arritmias Cardíacas

logo_ams

Mais de 30 ações educativas serão realizadas no próximo dia 12 de Novembro, quando a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC) comemora o Dia Nacional de Prevenção de Arritmias Cardíacas e Morte Súbita.  O objetivo da SOBRAC é alertar a população leiga e profissional sobre os principais sintomas de uma arritmia cardíaca, doença que acomete mais de 20 milhões de brasileiros e é responsável pela morte súbita de mais de 300 mil pessoas todos os anos. “Entre as arritmias existentes, a Fibrilação Atrial é a mais prevalente na população mundial e brasileira, sobretudo em indivíduos com mais de 75 anos de idade. A principal consequência desta doença é o Acidente Vascular Cerebral – AVC/Derrame”, explica o cardiologista e Presidente da SOBRAC, Dr. Luiz Pereira de Magalhães.

A Fibrilação Atrial é caracterizada pelo ritmo de batimento rápido e irregular dos átrios do coração. A incidência é de 2,5% da população mundial, o que equivale a 175 milhões de pessoas. Sua principal consequência é o aumento do risco de acidente vascular cerebral (AVC). Em seu estado normal (Ritmo Sinusal), o coração contrai ritmicamente, em consequência dos disparos elétricos de forma regular. Quando não há essa regularidade, ocorre uma perturbação do ritmo cardíaco, conhecida como arritmia. Se for rápida e totalmente irregular, pode estar relacionada à Fibrilação Atrial. O caminho para o AVC inicia-se no momento em que os átrios perdem a capacidade de se contrair de forma ritmada, e começam a fibrilar, apresentando contrações desordenadas do músculo cardíaco. Assim, deixa de enviar de forma regular o sangue para o ventrículo. Ao ficar estagnado, pode criar grandes coágulos que, quando se soltam, entram na circulação sanguínea e bloqueiam as artérias do cérebro, o que provoca o AVC. Visando alertar a população e entidades de saúde em diversas cidades brasileiras, cardiologistas associados à SOBRAC, estudantes de medicina e demais profissionais da área da saúde promoverão no dia 12 de Novembro palestras, com apresentações de vídeos, demonstrações de ressuscitação cardiopulmonar(parada cardíaca), com ou sem o uso do Desfibrilador Externo Automático (DEA). Haverá ainda explicações ao público leigo de como identificar a frequência cardíaca desregulada, através da medição do pulso radial.

Locais da campanha #coraçãonabatidacerta

Aeroportos, parques, shoppings centers, calçadões, academias, universidades, hospitais, praças, estádios de futebol, entre outros, serão palco das atividades da Campanha, cujo slogan de sustentação é “Não deixe seu coração sair do ritmo”.

Fonte: Sobrac

Anúncios

Sobre Piero Lourenço

Biomédico em 2006, atuou em pesquisa científica no Instituto de Medicina Tropical da Faculdade de Medicina USP – LIM 48. Tem experiência na área de Imunologia Cardíaca com ênfase em Imunologia Aplicada (Doença de Chagas e Tuberculose). Habilitado em Patologia Clínica e Imunologia pela Faculdade de Medicina USP (2007) e MBA em Gestão de Negócios no IBMEC RJ (Instituto Brasileiro Mercados e Capitais). Atualmente trabalha para a Boston Scientific na área de estimulação cardíaca artificial com vasto conhecimento em cirurgia eletrofisiologia/ablação, implante de marcapasso e válvula cardíaca.
Esse post foi publicado em Ablação e Eletrofisiologia, Arritmias, Eventos, Infarto e Outros, Marcapasso, Sem categoria e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s